1 de jul de 2015

Resenha: As Duas Torres (O Senhor dos Anéis #2), J. R. R. Tolkien

Editora: Martins Fontes
Número de páginas: 364
Data de lançamento: Novembro de 1954

As Duas Torres é a segunda parte da grande obra de ficção fantástica de J. R. R. Tolkien. É impossível transmitir ao novo leitor todas as qualidades e o alcance do livro. Alternadamente cômica, singela, épica, monstruosa, diabólica, a narrativa desenvolve-se em meio a inúmeras mudanças de cenários e de personagens, num mundo imaginário absolutamente convincente em seus detalhes. 

A Comitiva do Anel se divide. Frodo e Sam continuam a viagem, descendo sozinhos o Grande Rio Anduin - mas não tão sozinhos assim, pois uma figura misteriosa segue todos os seus passos... O restante da comitiva parte em busca de Merry e Pippin, capturados pelo inimigo. 


Contém spoilers do primeiro livro da série, 'A Sociedade do Anel'.

No final da primeira parte da história, a Comitiva se divide e Frodo e Sam seguem sozinhos para Mordor. Portanto, o segundo livro é dividido em duas partes: a primeira, contando as aventuras de Aragon, o anão Gimli e o elfo Legolas em busca dos hobbits Pippin e Merry, caputurados pelos orcs, e a segunda, narrando a jornada de Frodo e Sam.

Admito que foi bem difícil no começo me envolver na história pensando que só teria "notícias" da jornada do Portador do Anel no meio do livro. Achei a narrativa mais arrastada que a do primeiro livro, mas é algo que eu já esperava, por ser um livro de "caminhadas" sem fim. Os personagens estão sempre viajando, e isso talvez te incomode um pouco no início, se você não está acostumado com esse tipo de narrativa.

Embora a leitura seja um tanto arrastada, as cenas de luta e da guerra superam as do primeiro livro, e os últimos capítulos são de pura emoção. Sam, meu querido personagem, ganha importância extrema nesse livro, e sua amizade com Frodo se fortalece ainda mais.

Me arrependo de ter demorado tanto para ler esse livro. Li a primeira parte e demorei alguns meses para começar a segunda, então não tenho tantos detalhes da jornada da outra parte da Comitiva em minha memória. Por ser um livro extenso e detalhado, acabei me envolvendo com outras leituras, e isso prejudicou um pouco o desempenho. Pretendo assistir ao filme o mais breve possível para me lembrar de detalhes, e para ver o quão maravilhosas ficaram as cenas de luta quando transportadas para a telona.

Não desistam de Senhor dos Anéis, porque vale muito a pena. Uma leitura que você carregará para toda a vida.

Por: Mariane


5 comentários:

  1. Essa é uma das minhas sgas favoritas tanto em livro quanto em filme. Adorei seu blog e já estou seguindo. Quando possível, venha visitar o meu? www.linguaeliteratura.com.br
    Bjks e boas leituras!

    ResponderExcluir
  2. Senhor dos Anéis é só amor <3
    Obrigada pelo elogio, já estou seguindo o seu blog!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. Olá colega Skoober
    Abri com medo pensando que ia ser uma resenha negativa, pq o livro dois é um pouco mais lento por ser o meio das coisas
    Vejo pelo widget do Skoob que você está lendo o terceiro, que é mais movimentado!!

    http://www.cinemalivrosebatata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oláaa!
      Eu gostei bastante do segundo livro, e estou com muitas expectativas para o terceiro, estou apaixonada por essa trilogia.
      Beijo :)

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Link-nos!

 - Dicas para blogs