26 de fev de 2013

Resenha: Elevador Ersatz (Desventuras em Série #6), Lemony Snicket

Nome Original: The Ersatz Elevator
Data de Lançamento: 2003
Editora: CIA. Das Letras
Gênero: Literatura gótica/Mistério
Sinopse: Como nos episódios anteriores, o sexto livro de Desventuras em série está repleto de desgraça, desespero e mal-estar. Quando essa nova desilusão começa, os irmãos Baudelaire estão acompanhados do Sr. Poe, um executivo de banco que ficara encarregado das crianças depois da morte dos pais deles num horrível incêndio.
Eles vão até à residência da família Squalor, os novos tutores dos Baudelaire. O Sr. Poe acredita que ali Violet, Klaus e Sunny estarão a salvo do ganancioso e traiçoeiro Conde Olaf, que foi o primeiro tutor dos três irmãos e que pretende, desde então, apropriar-se da fortuna herdada pelos Baudelaire. A última maldade cometida por Conde Olaf foi raptar os trigêmeos Quagmire, de quem os Baudelaire haviam ficado amigos no colégio interno.
Jerome e Esmé Squalor moram num apartamento de cobertura na Avenida Sombria. Para o desânimo dos três irmãos, o elevador do prédio foi desligado e eles são obrigados a chegar ao último andar pelas escadas escuras e tenebrosas. Depois de muitos e muitos degraus, eles finalmente chegam à casa nova, um enorme apartamento com 71 quartos, e descobrem que seus novos pais os tinham adotado apenas porque ter órfãos estava na moda.
Os irmãos parecem bem instalados, mas uma nova aparição do Conde Olaf vem trazer pavor aos Baudelaire. Eles agora têm de descobrir um jeito de se livrar dessa pérfida ameaça. A resposta pode estar no elevador ersatz, uma passagem secreta tão escura quanto "uma pantera negra como azeviche, coberta de piche, comendo alcaçuz preto no ponto mais profundo da parte mais funda do Mar Negro". E os perigos estão só começando. Dali em diante, uma montanha de horrores e desgostos ainda espera pelos desafortunados irmãos Baudelaire.


O Elevador Ersatz é o sexto livro da série que conta a história dos infelizes orfãos Baudelaire. A história, na minha opinião, começa a ficar mais sombria e complexa a partir desse ponto. Nesse volume, os irmãos vão morar com um casal na Avenida Sombria, um lugar onde as coisas são definidas como "in" (na moda) e "out" (não está na moda). Para o desanimo dos irmãos, o elevador do prédio de seus novos tutores estava "out", e as crianças são obrigadas a subir as escadas até o apartamento da cobertura.
O novo lar parece ser muito confortável a primeira vista. Mas, é claro, que as coisas não tardam a dar errado na vida das pobres crianças, que sabem que o Conde Olaf (cujo quer se apoderar da fortuna delas) pode aparecer a qualquer momento em um de seus trajes bem elaborados.
Como se a preocupação com o Conde Olaf já não fosse suficiente, os orfãos ainda estão sem notícias de seus mais queridos amigos, os trigêmeos Quagmire, que foram raptados pelo vilão no volume anterior.
Nesse livro, a história começa a tomar um rumo para as grandes explicações. Quem é Beatrice, cuja o autor tanto fala sobre? Afinal, quem é Lemony Snicket, e o que tem haver com as histórias do Baudelaire? Quem são os pais das crianças? Quem causara aquele incêndio horrível que dera a vida dessas crianças tantas desventuras?
Livro muito emocionate e cheio de conteúdo e mistério. Um de meus favoritos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-nos!

 - Dicas para blogs