22 de abr de 2013

Resenha: Dezesseis Luas (Beautiful Creatures #1), Kami Garcia e Margaret Stohl

Nome original: Beautiful Creatures
Data de Lançamento: 2009
Editora: Galera Record
Gênero: Fantasia/Romance
Número de páginas: 490
Sinopse: Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim..."


*Suspiro de alívio*. Finalmente terminei o Dezesseis Luas!
Era um dos livros que eu estava mais animada para ler esse ano, pelo fato de o filme ter saído em março - ainda não assisti! - e por ser um dos fenômenos contemporâneos que eu já ouvi bastante falar. Infelizmente, Dezesseis Luas definitivamente não me prendeu a atenção.
A história em si é muito boa, mas as autoras não conseguiram desenvolve-la. O personagem principal, Ethan me irritava toda vez que abria a boca e por ser o narrador, me irritava ainda mais. O romance entre ele e a Conjuradora (algo como uma bruxa) Lena é muito repentino, assim como o tempo que o Ethan leva para acreditar em tudo o que a garota lhe diz, sobre magia, bruxos, Trevas e Luz.
O livro inteiro gira em torno da aproximação do décimo-sexto aniversário de Lena, cujo será quando a menina será invocada para a Luz ou para as Trevas. Os dois temem esse dia, pois se ela for invocada para as Trevas, irá significar uma mudança repentina no comportamento da garota e um fim no relacionamento dos dois.
Uma das coisas que gostei no livro foi o modo que as autoras misturaram o mundo fictício e sobrenatural com o real. Uma hora Ethan vai aos treinos de basquete e na outra está estudando o Livro das Luas para tentar deter que sua namorada seja Invocada para as Trevas.
Os acontecimentos principais estão reservados para o final do livro, e sim, as revelações são surpreendentes, o que faz valer a pena aguentar toda aquela enrolação.

Ou seja, a leitura valeu a pena pelas últimas páginas, o que nos deixa uma lição muito valiosa: sempre tente não abandonar um livro! Ele sempre pode te surpreender.

P.S: Irei ver o filme o mais breve possível para fazer uma comparação para vocês!

Por: Mariane

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-nos!

 - Dicas para blogs