25 de abr de 2013

Resenha: Quem poderia ser a uma hora dessas? (Só Perguntas Erradas #1), Lemony Snicket.

Nome original: Who could that be at this hour?
Data de Lançamento: Dezembro de 2012
Editora: Seguinte
Gênero: Suspense/Aventura
Número de Páginas: 240
Sinopse: Em uma cidade decadente, onde se criam polvos para a produção de tinta, onde há uma floresta de algas marinhas e onde um dia funcionou uma redação de jornal em um farol, um jovem Lemony Snicket começa o seu aprendizado em uma organização misteriosa. Ele vai atender seu primeiro cliente e tentar solucionar o seu primeiro crime, aos comandos de uma tutora que chama carro de “esportivo” e assina bilhetes secretos. Lá, ele vai cair na árvore errada, vai entrar no portão errado, destruir a biblioteca errada, e encontrar as respostas erradas para as perguntas erradas - que nunca deveriam ter passado pela cabeça dele. Ele escreveu um relato sobre tudo o que se passou, que não deveria ser publicado, em quatro volumes que não deveriam ser lidos. Este é o primeiro deles.


Primeiramente, queria expressar o quanto senti falta na narrativa do Lemony Snicket.
Entrei em uma depressão profunda depois de terminar os 13 livros de Desventuras em Série e pensando que eu nunca mais leria nada sobre os órfãos Baudelaire, e com tantos mistérios ainda não resolvidos! Porém, Snicket nos presenteia com uma série novinha, que narra sua vida cheia de aventura e ainda mais mistérios quando jovem.
Snicket é um garoto de 12 anos, membro de uma associação secreta (provavelmente a mesma citada em Desventuras, C.S.C) e está prestes a viver a sua primeira grande missão: devolver um objeto roubado a seu legítimo dono.
Ele, juntamente com sua tutora maluca Theodora, partem para uma misteriosa cidade chamada Manchad0-pelo-mar, conhecem pessoas esquisitas e descobrem coisas que jamais imaginaram. E claro, Snicket faz todas as perguntas erradas.
Devo citar alguns personagens marcantas pelos quais você devia prestar atenção: a jornalista-louca-por-informações Moxie, uma garota que faria de tudo para resgatar o pai Ellington e os motoristas de táxi Juca e Chico.
O livro é super rápido e gostoso de ler. Snicket mantém sua narrativa sarcástica e seus personagens misteriosos em lugares misteriosos e mistérios a serem resolvidos. Ah, e mais mistério!


Recomendadíssimo, para quem leu ou não leu o Desventuras! Todos vão adorar.

Por: Mariane

3 comentários:

  1. Eu não conhecia o livro, mas parece muito bom.

    http://iasmincruz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. É muito legal, recomendo muito esse e a série Desventuras em Série, do mesmo autor.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  3. Lembrando que a Autobiografia Não Autorizada super vale a pena ler, junto co Raiz forte, pedacinho de carvão e O cantor está morto (acho que eh esse o nome do livro).

    ResponderExcluir

Link-nos!

 - Dicas para blogs