5 de mai de 2013

Resenha: Crescendo (Hush, Hush #2), Becca Fitzpatrick

Nome original: Crescendo
Data de lançamento: 2011
Editora: Intrínseca
Gênero: Romance/Ficção
Número de páginas: 288
Sinopse:  A vida de Nora Grey ainda está longe de ser perfeita. Sofrer uma tentativa de assassinato não foi a melhor das experiências, mas, pelo menos, Nora ganhou um anjo da guarda: Patch, que de angelical não tem absolutamente nada. Ele é lindo, irresistível, misterioso... e está com ela. O problema é que ele tem sido cada vez mais evasivo, e, o pior: parece muito interessado na grande inimiga de Nora, Marcie Millar. Não fosse isso, Nora jamais teria notado Scott Parnell, velho amigo da família que acaba de voltar para a cidade. Ainda que Scott a deixe furiosa na maior parte do tempo, é impossível não se sentir atraída. Lá no fundo, porém, ela tem certeza de que ele guarda um segredo.
 Atormentada por repetidas visões do pai, inexplicavelmente assassinado anos antes, Nora começa se perguntar se haveria alguma conexão entre a morte dele e o fato de pertencerem a uma linhagem de nefilins. Ela quer descobrir o que realmente aconteceu, mas isso é muito arriscado. Algumas verdades ficam melhor mortas e enterradas — do contrário, podem destruir tudo em que você acredita.

O segundo volume da série Hush, Hush foi definitivamente melhor do que o primeiro, apesar da protagonista Nora estar absolutamente irritante.
Logo no começo do livro, Nora tem uma briga com seu namorado (também anjo da guarda) Patch. Isso porque ela acha que ele está tendo um casa com sua arqui-inimiga (só para melhorar as coisas) Marcie.
E ainda tem o fato do amor entre Nora e Patch ser proibido. Os arcanjos estão de olho em Patch por causa de seu passado, e se as coisas ficarem sérias entre eles, ele pode acabar condenando sua própria vida para o inferno.
Novos personagens são introduzidos, incluindo o neflim (também lindo) Scott, cujo Nora acabará usando como arma para causar ciúme em Patch. 
Além disso, Nora anda tendo sonhos estranhos (como sempre) com pessoas inusitadas, e esses sonhos incluem segredos sobre a morte de seu pai, cujo assassino é chamado de Mão Negra
Como eu disse, uma crise de ciúme ataca Nora nesse livro, o que pode tornar a narrativa bem irritante. Mas as partes de ação e mistério são bem interessantes, e a história realmente guarda um segredo que você quer desvendar. Assim como em Sussurro, as partes reveladoras e de maior ação são guardadas para os últimos capítulos, o que prende o leitor do começo ao fim.
Uma coisa que ficou fora de contexto foi o fato da mãe de Nora se encontrar ausente o livro INTEIRO, dando liberdade para Nora ir aonde quiser a hora que quiser, coisa que a garota faz a história inteira. Quer dizer, que tipo de mãe deixa a filha de dezesseis anos, sozinha na casa de fazenda, durante semanas?
Resumindo, a história foi intrigante e sim, estou ansiosa para o próximo livro, Silêncio, que dizem ser o melhor da série. Agora é só lendo para saber, né?

Por: Mariane

2 comentários:

  1. Essa é a minha próxima leitura e fico muito feliz de saber que é melhor que o primeiro.
    Adorei o primeiro, espero adorar esse também. :3

    Coral,
    http://universeforwords.com

    ResponderExcluir
  2. É bem legal, principalmente o final!! Muito emocionante e com muitas revelações!!
    Se você gostou de Sussurro vai amar esse!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Link-nos!

 - Dicas para blogs