1 de mai de 2013

Leituras do mês de Abril: Larissa

Antes de mais nada, eu queria pedir desculpa (desculpa, desculpa, desculpa!!) pelo meu sumiço de muitos meses. A vida não ta fácil pra ninguém, e eu, pra completar, sou sinônimo de desorganização. É, eu sei, que coisa feia! Pretendo me organizar melhor nos próximos meses e conseguir conciliar a escola – ano de vestibular -, o trabalho, minhas leituras e o blog (esses últimos dois são o que eu mais gosto de fazer, só que isso fica entre nós, por favor). Vocês verão que eu li apenas dois livros em Abril, e isso deve-se a alguns motivos, entre eles:

a)     Eu não vou a livraria tem muito tempo, para comprar. De verdade! Não compro nada há meses e estou numa terrível crise de abstinência.
b)     Por esse motivo leio coisas emprestadas. E eu não gosto muito de pegar livros emprestados...
c)      Minha vida é uma bagunça.
d)     Aproveitem a indireta acima para me enviar livros de aniversário (que é no próximo dia 10/05). Ta, brincadeira.

Mas então, vamos à lista?

Extraordinário, RJ Palácio

Ok, eu fiz vídeo de Extraordinário. Juro que eu fiz. Mas meu celular e meu computador tem alguma incompatibilidade que não permite que eu transmita o vídeo e assim possa editá-lo, postá-lo no canal e cumprir com a minha promessa.

Extraordinário conta a história de August Pullman, um garotinho de 11 anos que poderia ser normal, se não tivesse uma deformidade facial, decorrente de um problema genético extremamente raro. O conflito do livro se inicia quando os pais do Auggie decidem que está na hora de ele freqüentar a escola, com outras crianças. Eles acreditam que, pelo fato de todas as crianças estarem iniciando a vida escolar no ensino fundamental II, talvez as coisas sejam mais fáceis para o Auggie. Mas nós vemos – e sabemos – que não é bem assim. O livro é narrado não apenas pela perspectiva de nosso protagonista, mas também pela perspectiva de muitos que o rodeiam. Nessa história, como é de se imaginar, vamos nos deparar com bullying, discriminação, preconceito, aceitação, amizade, família. Esse misto de ingredientes nos acompanha através da narrativa fácil que a autora nos mostra. Foi considerado por muitos como um livro que dá vários tapas na cara,  e eu faço parte dessa leva. Em muitos momentos, me perguntei como é que eu reagiria, como eu me portaria, e será que eu não teria olhado duas vezes para o rosto de Auggie se o visse na rua?

Resenha aqui.



O Lado Bom da Vida, Matthew Quick

Esse livro, por incrível que pareça, é mais conhecido pelo filme que leva o mesmo nome, cuja atriz principal, Jennifer Lawrence, levou o Oscar de Melhor Atriz pela sua atuação, dando vida à excêntrica Tiffany. Apesar disso, o livro conta a vida de Pat Peoples, e a trajetória dele em busca do término do “tempo separados” com a sua ex esposa Nikki. Pat acaba de sair do “lugar ruim”, vulgo sanatório, depois de ter cometido determinado crime. Isso não fica explícito no livro, mas acredita-se (vide eu achei que era isso) que Pat possua o distúrbio da bipolaridade.  O livro, por ser narrado pelo próprio Pat, tem uma linguagem extremamente fácil, o que passa toda a inocência do personagem através da fluidez com que a história é contada. Pat acredita muito no lado bom das coisas. Às vezes você pode se irritar com ele, mas não tem, absolutamente, como não amá-lo. Durante a leitura, você se envolve com os laços criados e procura entender as relações estabelecidas, bem como adentrar as idéias do próprio Pat, e com muita raiva, tentar fazê-lo enxergar algumas coisas. É um misto de sentimentos bem interessante.

Vale dizer que há MUITAS e DESCREPANTES diferenças entre livro e filme, mas ambos são ótimos. Eu e a Mari pretendemos fazer um vídeo focando apenas em analisar o livro vesus o filme, mas se você, assim como eu, viu o filme antes de ler o livro, não se assuste ao virar as páginas e notar essas diferenças.

No entanto, tanto o livro quanto o filme são muito bons! Só que isso é história para outro post...

Resenha aqui. 



E vocês, o que andaram lendo em Abril? Conte-nos nos comentários!! 

Beijo, 

Lari. 

5 comentários:

  1. Oi Lari, tudo bom?
    A gente entende! Ano de vestibular é bem atribulado mesmo, imagina quem faz isso há 5 anos (longa história rsrs)
    Foram poucos livros, mas maravilhosos!
    Adoro O lado bom da Vida e estou louca por Extraordinário!
    Tem promoção lá no blog
    endless-poem.blogspot.com.br

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Oi Sarah! Tudo bem sim e contigo?
    Eu gostaria de saber essa história, ai meu Deus!!
    É, foram poucos livros, mas eu pretendo ler mais esse mês. O que você me sugere?

    Sarinha, corra para a livraria mais próxima e inicie a sua leitura de Extraordinário!! Vale super a pena. O mesmo digo de O Lado Bom da Vida. Ambas as leituras foram agradabilíssimas! Vou conferir a promoção.

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
  3. Oiee Linda, tudo bem ?
    Desculpa pela minha ausencia, mas andei cheia de problemas e também agora estou para mudar o Layout de meu blog e estou me organizando passando de blog em blog para ver quem me linkou e quem não. Porque estou fazendo uma limpa e queria saber se vc poderia me linkar, me seguir e curtir minha pagina do facebook. Fique sossegada que farei o mesmo pelo seu, até porque vc ja ta linkada e ja estou te seguindo. Mas se tiver pagina no face tambem soh me passar. Me avise nos comentarios por favor.

    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Linda esqueci de te avisar que tem selinho para você em meu blog. Depois você passa para pegar tá ? beijinhos

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Ouvi falar muito bem desses dois livros!
    Quero ler os dois!!
    =) =)

    bjoos
    http://www.porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Link-nos!

 - Dicas para blogs