29 de jun de 2013

Resenha: Feios, Scott Westerfeld

Nome original:Uglies
Data de Lançamento: 2005
Editora: Galera Record
Gênero: Ficção científica
Número de páginas: 416
Sinopse: Tally está prestes a completar 16 anos, e ela mal pode esperar. Não por sua carteira de motorista – mas para se tornar bonita. No mundo de Tally, seu aniversário de 16 anos traz uma operação que torna você de uma horripilante pessoa feia para uma maravilhosa pessoa linda e te leva para um paraíso de alta tecnologia onde seu único trabalho é se divertir muito. Em apenas algumas semanas Tally estará lá. Mas a nova amiga de Tally, Shay, não tem certeza se ela quer ser bonita. Ela prefere arriscar sua vida do lado de fora. Quando ela foge, Tally aprende sobre um lado totalmente novo do mundo dos bonitos – que não é tão bonito assim. As autoridades oferecem a Tally sua pior escolha: encontrar sua amiga e a entregar, ou nunca se transformar em uma pessoa bonita. A escolha de Tally faz sua vida mudar pra sempre.

Imagine um mundo onde todos, quando completam 16 anos, são submetidos à uma cirurgia que os tornassem perfeitos. Sim, perfeitos. Sua pele é trocada, as gorduras retiradas, o rosto numa perfeita simetria. Em Nova Perfeição, os Perfeitos são quase todos iguais e vivem sempre em clima de festa e diversão. 
Por enquanto, tudo o que resta à Tally Youngblood é esperar até seu aniversário de 16 anos, para finalmente se tornar uma Perfeita e se encontrar novamente com seu melhor amigo, Peris, alguns meses mais velho que ela e que já havia se mudado à Nova Perfeição.
Sem aguentar mais esperar para ver o amigo, Tally se arrisca, ultrapassando os limites da Vila dos Feios e se infiltrando em uma festa em Nova Perfeição, apenas para falar com Peris. Depois de muita confusão, consegue escapar, e na volta para casa, se encontra com outra Feia rebelde, chamada Shay, sem saber que esse encontro mudaria totalmente não só a sua, mas a história de toda à sociedade à sua volta.
Tally e Shay desenvolvem uma grande amizade, e em poucas semanas, já sabem tudo uma da outra. Tally descobre que Shay não está ansiosa por sua operação e se recusa a se tornar uma Perfeita e partir para uma vida cheia de riqueza e brilho. Inconformada com a posição da amiga, Tally não entende porque ela não gostaria de uma vida assim.
Mas é claro que a história não se limita a isso. Tally acaba descobrindo um lugar chamado Fumaça, onde Feios vivem refugiados, Feios que fugiram se recusando à se submeter à operação. Alguns amigos de Shay estão lá, incluindo o misterioso David, chefe dos "Esfumaçados". É para lá que Shay quer fugir. E chama Tally para ir com ela.
É impossível continuar contando o resto da história sem dar um mínimo spoiler. Só posso dizer que o autor toma um rumo completamente inesperado para a narrativa, pelo menos para mim. As coisas acontecem de forma inexplicável e com tanta energia que é quase impossível largar o livro por apenas alguns segundos, sem saber o que vai acontecer na próxima página, porque, como eu disse, é inesperado.
A história é dividida em uma trilogia: Feios, Perfeitos e Especiais. O quarto volume, "Extras", conta com novos personagens, mas eu não sei muito a respeito. Só lendo para saber.
Eu, sinceramente, estou morrendo de medo do autor estragar a história toda no segundo livro. Eu já li os primeiros capítulos de Perfeitos e já estou quase o tacando pela janela. Agora é só ter fé de que tudo vai melhorar.
Feios é indispensável para todos os amantes de distopias, e mesmo aqueles que não são tão fãs dos gênero, deveriam dar uma chance. A história de Tally, David e Shay vai te surpreender.

Por: Mariane

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-nos!

 - Dicas para blogs