7 de jan de 2017

Resenha: O Retorno do Rei (O Senhor dos Anéis #3), J.R.R. Tolkien (!!!!)


Editora: Martins Fontes
Número de páginas: 441
Data de publicação: Outubro de 1955


A Sombra dos exércitos do senhor do escuro cresce cada vez mais. Homens, Anões e Elfos unem-se para luta contra a escuridão. Enquanto isso, Frodo e Sam penetram na terra de mordor, em sua empreitada heróica para destruir o anel.

Resenha livro um.
Resenha livro dois.

        E, finalmente, chegamos ao fim. Não foi fácil, meus amigos. Acompanhei essa obra específica por quase dois anos, mas não me arrependo nenhum minuto por ter demorado tanto. Agora que acabei, sei que sentirei falta de meus amigos hobbits, elfos, anões e tantas outras criaturas e seres fantásticos criados para serem protagonistas dessa jornada épica e única.

        Por incrível que pareça, é o livro mais curto da saga. Isso porque muitas páginas foram reservadas para os Apêndices (cujos eu não li. E nem sei se vou ler hahaha). Quando você menos espera, o grande acontecimento (que, creio eu, todos tenham conhecimento) toma forma e nos encaminhamos para os capítulos finais. Mas se engana quem pensa que esse grande evento envolvendo o Anel Um e os hobbits mais carismáticos do universo, Frodo e Sam, é a última aventura narrada por Tolkien. Os capítulos que se seguem mantém o ritmo frenético e misterioso, mostrando que essa história está longe de ser um conto de fadas.

        Sam, como esperado, segue sendo meu favorito, com seu heroísmo e lealdade. Me peguei rindo em vários momentos com seus diálogos carismáticos e sua coragem espontânea. Frodo se mostra um personagem ainda mais interessante ao longo da sua - nada fácil - jornada como portador do Anel, mostrando um lado sombrio e possessivo (claro, por conta do fardo do Anel). Ah, e a história continua nos mostrando acontecimentos dos dois lados da então dividida Sociedade do Anel: tanto os acontecimentos do outro lado da Terra Média, com Gandalf, o elfo Legolas, o anão Gimli, os hobbits Merry e Pippin (que demonstram grande desenvolvimento nesse volume, diga-se de passagem), o corajoso Aragorn (que ganha grande importância nessa narrativa em especial) e outros.

         Um desfecho especial para uma saga clássica e épica. Os capítulos finais são carregados de emoção para quem acompanha esses personagens por tanto tempo. As guerras, como sempre, narradas com maestria pelo mestre da fantasia. Uma leitura obrigatória para qualquer apaixonado por fantasia, ou por uma boa história por si só. Impecável. Obrigada, mestre Tolkien. <3


Por: Mariane

     

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Como é lindo ler algo bem escrito!
    Confesso que não li "O senhor dos anéis", apesar de ouvir falar muito bem da escrita do Tolkien. Sou apaixonada por ele mesmo sem ter lido nada de sua autoria, isso só de ouvir falar! Hahaha
    Parabéns pela resenha e pelo blog. Ganhou mais uma seguidora.
    Abração
    http://eusouumpoucodecadalivroqueli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Como é lindo ler algo bem escrito!
    Confesso que não li "O senhor dos anéis", apesar de ouvir falar muito bem da escrita do Tolkien. Sou apaixonada por ele mesmo sem ter lido nada de sua autoria, isso só de ouvir falar! Hahaha
    Parabéns pela resenha e pelo blog. Ganhou mais uma seguidora.
    Abração
    http://eusouumpoucodecadalivroqueli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigada!! Tolkien é mesmo maravilhoso. Recomendo que comece pelo "O Hobbit", outro livro incrível que introduz de forma maravilhosa o universo criado por ele.
      Muito obrigada por visitar e seguir o blog! Dei uma olhada no seu e amei, já estou seguindo!
      Um abraço!

      Excluir

Link-nos!

 - Dicas para blogs