1 de jul de 2017

Resenha: Por um toque de ouro (Trindade Leprechaun #1), Carolina Munhóz


Editora: Rocco
Número de páginas: 272
Data de lançamento: Junho de 2015


          'Por um toque de sorte' é o primeiro livro da trilogia Trindade Leprechaun, escrita pela talentosa Carolina Munhóz. Esse é meu segundo livro da autora, sendo 'O Inverno das Fadas' o primeiro livro resenhado aqui no blog (você pode conferir aqui). Minha experiência com o primeiro livro da autora foi satisfatória, porém não me conquistou por inteiro por conta de problemas na construção dos personagens e a narrativa arrastada.

          Porém, tais problemas não voltaram a surgir nesse livro, lançado aproximadamente dois anos depois do anteriormente resenhado. Pode-se notar um enorme aprimoramento na narrativa e uma maturidade antes inexistente. Com uma protagonista cativante, personagens secundários bem construídos dentro da história, e claro, uma narrativa objetiva, me vi envolvida com na história contada.

          Diferente de Sophia Coldheart (de O Inverno das Fadas), Emily O'Connel é humana, porém dotada de um toque de ouro, pelo fato da moça ter sangue de Leprechaun. Esse fato é por ela desconhecido durante quase metade do livro, fato que me incomodou um pouco, sendo que a primeira parte do livro é dedicado apenas a apresentação do mundo em que a garota vive: badalações, paparazzis, sedução. Isso porque Emily é a herdeira de um enorme império da moda construído pelos pais, e é uma grande influenciadora e figura pública na Irlanda.

         A vida de Emily da um giro a partir do momento em que conhece Aaron, um americano misterioso que começa a questionar toda a sua vida regada a sorte e bons momentos. 

          Como dito anteriormente, me apeguei a personagem de Emily, e o fato dela ser uma garota mimada e um tanto egoísta não me incomodou durante a leitura, pois existe um contexto por trás de sua personalidade. Darren, seu melhor amigo, garante um bom alívio cômico e, para mim, foi o grande destaque do livro. Um romance bem trabalhado também foi um ponto positivo na história, assim como a grande reviravolta no final (mesmo eu já tendo adivinhado a algum tempo).

          Enfim, um ótimo livro de introdução, e me deixou com muita vontade de ler o próximo. Ansiosa para ver o crescimento dessa escritora de enorme potencial.

Por: Mariane

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Link-nos!

 - Dicas para blogs